Na tarde do dia 13 de agosto, os adolescentes do Projeto Providência – Unidade Fazendinha, participaram da Oficina de Reflexão sobre os Direitos da População LGBT. A iniciativa surgiu do CRAS Vila Nossa Senhora de Fátima, parceiro do Projeto Providência.
A proposta faz parte de políticas públicas da assistência social, possibilitando palestras, oficinas e rodas de conversas.
No primeiro momento a palestra tratou sobre próprio significado sigla LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros). Depois, aconteceu um momento em que um grupo de mães, moradoras do Aglomerado da Serra, contaram sobre seus filhos homossexuais e levantam a bandeira em respeito a orientação sexual de cada indivíduo.
Em seguida, houve apresentação de funk de jovens artistas, moradores da comunidade. Um dos integrantes do grupo é homoafetivo e ele faz um relato a partir do momento em que define sua vida profissional, ele também se identifica enquanto ser humano e sobre sua sexualidade.

Por Stefane Oliveira