A ASSOCIAÇÃO PROJETO PROVIDÊNCIA é uma entidade não governamental, sem fins econômicos que surgiu inicialmente em resposta às grandes

problemáticas enfrentadas por jovens na favela dos “Caixotes”, hoje, situada à rua D, 300 – Jardim Vitória – Regional Nordeste de Belo Horizonte. Criada em

01/05/1988, pouco a pouco foi agregando crianças, adolescentes e jovens em situação de risco social e pessoal.

Em sua criação em 1988, os galpões eram de madeirite, onde aproximadamente 180 jovens eram atendidos, recebendo apoio escolar, alimentação diária,

iniciação profissional. No ano seguinte, um grupo de pais apresentou um abaixo assinado solicitando também o atendimento de crianças e adolescentes.

Assim, em 1989 a entidade já atendia crianças, adolescentes e jovens em seus respectivos programas de acordo com cada faixa etária.

Em 1994, a entidade expandiu seu atendimento fundando uma unidade no Conjunto Habitacional Taquaril, na região leste de Belo Horizonte, já considerado

pela ONU como um dos maiores bolsões de pobreza da América Latina. As crianças, adolescentes e jovens do Taquaril passam então a utilizar os serviços

oferecidos pela entidade de acordo com cada faixa etária.

Em 2000 a Unidade Fazendinha, no Aglomerado da Serra é inaugurada, nos mesmos moldes das outras unidades, é mais uma alternativa ao enfrentamento

à situação de risco social e pessoal.

Os princípios e ideologia institucional são:

CAUSA: Educar para vida cuidando do ser humano, com inclusão social.

MISSÃO: Educar para vida crianças, adolescentes e jovens em situação de risco social, favorecendo o desenvolvimento integral e o exercício da cidadania.

VISÃO: Ser referência no atendimento e valorização humana de crianças, adolescentes e jovens em risco social.

VALORES: compromisso, confiança, dedicação determinação, dinamismo, fé e esperança, liberdade, ousadia, respeito, responsabilidade, simplicidade,

transparência. 13012668_617717411714979_3198052174656542221_n
Particularidades do Projeto Providência

A Associação Projeto Providência mantêm uma equipe multi e interdisciplinar em função de expandir o atendimento dos beneficiários às suas famílias e

comunidades. Algumas particularidades contextuais foram diagnosticadas: População infanto juvenil desprovida de benefícios sociais, vivendo situações de

pobreza extrema, enfrentando riscos pessoais e sociais, onde convivem diariamente com o tráfico de drogas, ociosidade, alcoolismo, abuso sexual, violência

doméstica, baixa escolaridade, abandono, dentre outros.

Nas três comunidades o Projeto Providência mantém, de uma forma peculiar, um trabalho com grupos de dança, teatro, música, artes circenses, dentre

outros. Os grupos são formados com os beneficiários que participam do atendimento diário do Projeto.

Os maiores problemas que enfrentamos junto às comunidades do entorno do Projeto partem de um contexto base, que é a disseminação das drogas. A

equipe técnica, multidisciplinar atuante junto à rede de atendimento as crianças e adolescentes, está cada vez mais próxima dos atendidos e consegue

diagnosticar a realidade. Os furtos, roubos, delitos, violência doméstica e sexual, formação de gangs, estão diretamente relacionados às drogas e consumo

excessivo de álcool.

Junto à equipe técnica, a psicóloga, assistente social e pedagoga das três unidades mantém um estreito diálogo com os Centros de Saúde, Escolas,

Conselhos Tutelares, Associações Comunitárias, Promotoria e regionais municipais. Há também uma participação efetiva nos Conselhos de Direitos, Frente

de Defesa e Fórum dos Diretos da Criança e do Adolescente.

PRINCIPAIS ATIVIDADES:

A Associação Projeto Providência conta com um quadro de empregados o qual chamamos todos de educadores e a entidade oferece atendimento diário à

crianças e adolescentes de 03 a 14 anos, em horário complementar ao da escola formal.

Atendemos também a toda a comunidade através de Programas/Projetos especiais.

Horário de atendimento: Turno da Manhã: 07:00 às 11:00

Turno da Tarde: 13:00 às 17:00

PROGRAMAS ESPECIFICOS POR FAIXA ETÁRIA:

1. Educação Infantil

Maternal III ao 2º Período – (3 – 5 anos) – 484 alunos (Apoiador: Colégio Santa Maria)

efd
2. Socialização

De 6 – 14 anos – 900 educandos (Apoiador: Prefeitura de Belo Horizonte / Projeto Dia a Dia Construindo a Cidadania Patrocínio: Petrobras / Doações de

Pessoas físicas e Jurídicas)

3. Jovens em Ação

De 15 – 29 anos – atendemos a 100 jovens (Apoiador: Projeto Dia a Dia Construindo a Cidadania Patrocínio: Petrobras / Doações de pessoas físicas e

jurídicas)

4. Grupos de Apoio

De 30 em diante – Grupos formados por mães, pais e avós das comunidades que fazem encontros, cursos, e oficinas. Pretendemos com este grupo montar

cooperativas de trabalho.

Atividades/Benefícios recebidos pelos educandos

Grupo 1 – Educação Infantil

– Educação infantil

– 2 refeições diárias (café e almoço/jantar)

– Uniformes/material escolar

Grupo 2 – Socialização

– 2 refeições diárias (café e almoço ou jantar)

– Desenvolvem atividades esportivas (dança, capoeira, handboll, Judô, dama, xadrez, futsal, tênis de mesa, volei, queimada)

– Artes (música instrumental, percussão, artes manuais, arte em madeira, circo, teatro)

– Informática

– biblioteca / Apoio Escolar

Grupo 3 – Jovens Em ação

– Apoio na elaboração/realização de projeto

– Desenvolvimento de atividades esportivas (futsal, volei)

– Realização de encontros, passeios e palestras voltada a temas sugeridos pelos jovens

– Cursos de empreendedorismo (Apoiador/Realizador: Senai)

– Disponibilização de espaço físico.

Grupo 4 – Grupo de Apoio

– Disponibilização de espaço físico

– Promoção de encontros, passeios e palestras

– Estimulo a criação de cooperativas de trabalho

Considerações Finais

Mais do que transmitir conhecimentos específicos, nas ações da Associação, busca-se desenvolver valores e atitudes, promover a sociabilidade e a

capacidade criativa, estimular o potencial cognitivo, propiciar uma atitude positiva frente ao conhecimento e a vontade em aprender cada vez mais. As

atividades oferecidas incentivam o desenvolvimento da autonomia, levando as crianças, adolescentes e jovens a buscar sua própria qualidade de vida.

É indiscutível a importância de projetos sociais no combate à desigualdade social, um mal presente na maioria das comunidades carentes do nosso país.

O artigo 4º do estatuto da Criança e do Adolescente traz, claramente, que é dever, também, da sociedade garantir a efetivação dos direitos da criança e do

adolescente, dentre eles, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à convivência familiar e comunitária.

O Projeto Providência foi criado para atender crianças e adolescentes que vivem em situação de exclusão social, dando-lhes a oportunidade de um melhor

desenvolvimento pessoal e social, tratando-as com todo respeito e dignidade que merecem.

Não há duvida que quando se trabalha na melhoria da situação sócio-educativa da criança e do adolescente, dando-lhe a oportunidade de um futuro

melhor, estamos melhorando não só a vida desses jovens, como também, de toda a sociedade, além de contribuir para o cumprimento legal no que se

refere à garantia dos direitos e deveres da criança e do adolescente.